Home - IER Brasil
Dez 21

JESUS, O VENCEDOR DA MORTE

“Não temas, eu sou o primeiro e o último e aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos...”
Ap 1.17,18

No governo de Domiciano, o apóstolo João foi exilado na ilha de Patmos. O próprio Jesus glorificado apareceu para ele naquele exílio. Não era mais o Cristo suando sangue, prostrado com o rosto em terra, com forte clamor e lágrimas do Getsêmani, nem o Cristo cuspido e esbordoado do sinédrio judaico. Não era mais o Cristo ultrajado e ferido do pretório romano, nem o Cristo escarnecido sob o peso do lenho maldito caminhando trôpego pelas ruas de Jerusalém, sob as vaias de uma multidão ensandecida.

Leia a meditação completa
Dez 20

JESUS, A NOSSA PAZ

“Porque ele [Jesus] é a nossa paz...”
Ef 2.14

O mundo sempre esteve em guerra desde que o sangue de Abel tingiu a terra. Selamos acordos de paz, mas nos preparamos para a guerra. No século vinte, milhões de pessoas foram mortas nas duas guerras mundiais. Ainda hoje assistimos com desalento as guerras civis e os conflitos étnicos e tribais. Não há esperança de paz na política nem na educação. 
O homem tem informação, mas precisa de transformação; tem conhecimento, mas lhe falta a sabedoria.

Leia a meditação completa
Dez 19

JESUS, O AMIGO DOS PECADORES

“E murmuravam os fariseus e os escribas, dizendo:
Este recebe pecadores e come com eles”
Lc 15.2

Os escribas e os fariseus acusaram Jesus de ser amigo dos pecadores. Essa acusação é a mais pura expressão da verdade e o fundamento da nossa esperança. Jesus é amigo dos pecadores não no sentido de ser parceiro deles no mal, mas de aproximar-se deles, apesar do mal. Jesus é amigo dos pecadores não porque é conivente com o nosso erro, mas porque nos liberta do erro.

Leia a meditação completa
Dez 18

JESUS, O VERBO QUE SE FEZ CARNE

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus,
e o Verbo era Deus.... E o Verbo se fez carne...” 
Jo 1.1 e 14

O menino que nasceu numa manjedoura em Belém é a segunda pessoa da Trindade. Ele preexiste à sua encarnação. É um com o Pai, e isso desde a eternidade. O apóstolo João, no prólogo do seu evangelho, fala-nos sobre algumas verdades importantes sobre Jesus. Primeiro, Jesus preexiste ao tempo. Ele é eterno. Quando tudo começou o Verbo de Deus já existia.

Leia a meditação completa
Dez 17

JESUS, O PASTOR AMADO

“Eu sou o bom pastor; conheço as minhas
 ovelhas, e elas me conhecem a mim” 
Jo 10.14

A ovelha é um animal míope, indefeso e teimoso. Deixada à sua própria sorte é inevitavelmente devorada pelos predadores. Por isso, Jesus demonstrou compaixão por nós, pois nos viu como ovelhas exaustas, errantes e sem pastor. Jesus é o bom, o grande e o supremo pastor das ovelhas. Como bom pastor deu sua vida pelas ovelhas. Como grande pastor vive para as ovelhas. Como supremo pastor voltará para as ovelhas.

Leia a meditação completa
Dez 16

JESUS, O PÃO QUE SATISFAZ

“Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida;
o que vem a mim jamais terá fome...” 
Jo 6.35

A fome é uma dramática realidade que assola o mundo ainda hoje. Apesar da abundância de pão, muitos ainda morrem de fome. Há fome física e espiritual. O pão da terra não satisfaz a alma. Aqueles que comem desse pão voltam a ter fome. Os banquetes da terra, as aventuras sexuais, os prazeres da vida e as riquezas deste mundo não podem preencher o vazio que existe dentro de você.

Leia a meditação completa
Dez 11

JESUS, A NOSSA ESPERANÇA

“Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, pelo mandado de Deus,
nosso Salvador, e de Cristo Jesus, nossa esperança”
1Tm 1.1 

Num mundo encharcado de desespero, com pessoas aflitas correndo atrás de algo que lhes dê propósito para a vida, Jesus é a nossa esperança. Esperança na vida, na morte e na eternidade. Primeiro, Jesus é a nossa esperança na vida, pois o sentido da vida não está nos prazeres, nem no dinheiro; o sentido da vida não está no sexo nem na fama. O mundo e seu glamour não podem dar sentido à sua vida. Há um vazio no seu coração com o formato de Deus e só Jesus pode preencher esse vazio.

Leia a meditação completa
Dez 08

JESUS, O SALVADOR DO MUNDO

 
“... porque nós mesmos temos ouvido e sabemos que
 este é verdadeiramente o Salvador do mundo”
Jo 4.42
 
José e Maria moravam em Nazaré, na Galileia, mas Jesus deveria nascer em Belém, na Judeia. Para que essa profecia se cumprisse, Deus moveu o coração de César Augusto para fazer um recenseamento e todos os súditos do império romano deveriam se alistar em sua própria cidade. Sendo José um belemita, precisou viajar para Belém com Maria, já em estado adiantado de gravidez. 
Leia a meditação completa